Jornal do Brasil

Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

Rio

Obras do Hospital Estadual do Cérebro começam em dezembro

Jornal do Brasil

O Hospital Estadual do Cérebro Paulo Niemeyer, na Praça da Cruz Vermelha, no Centro do Rio, começa a ganhar forma em dezembro para ser entregue à população em 2012. O centro de referência em neurologia funcionará no antigo prédio do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) Jamil Haddad, que inaugurou suas novas instalações em São Cristóvão, na sexta-feira (25). A doação do terreno do governo federal para o Estado do Rio foi formalizada pela presidente Dilma Rousseff e pelo governador Sérgio Cabral.

– Com a inauguração da nova sede do instituto, começaremos as obras do hospital do cérebro em dezembro – disse o governador Sérgio Cabral.

A unidade terá 40 leitos de Centro de Terapia Intensiva e quatro centros cirúrgicos. O projeto inicial prevê a utilização da estrutura já existente, onde será feita uma obra de adaptação de R$ 23 milhões. Numa segunda fase, será construído um prédio anexo para reabilitação de pacientes. A administração do hospital seguirá o modelo de gestão compartilhada por Organizações Sociais (OSs).

 

Atendimento especializado a vítimas de AVC

Para otimizar o atendimento de vítimas de Acidente Vascular Cerebral (AVC), a unidade será equipada com o que há de mais moderno no campo da neurocirurgia de alta complexidade, utilizando técnicas inéditas na rede pública. O hospital vai concentrar o tratamento de doenças do sistema nervoso central e periférico como tumores, doenças vasculares e degenerativas, além de contar também com um centro de epilepsia.

 

Revitalização do parque farmacológico

Durante a inauguração da nova sede do Into, o Estado e o governo federal assinaram um acordo de cooperação técnica para investimento de R$ 20 milhões na produção de soros antirrábico, antiofídico e antitetânico e de remédios para Alzheimer no Instituto Vital Brazil. O instituto também receberá R$ 70 milhões para a instalação do Centro Estadual de Inovação Tecnológica em Saúde em um prédio anexo ao Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia. As obras serão licitadas em janeiro de 2012.

O Estado também doou um terreno para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A instituição de pesquisa e produção de remédios dobrará para 600 milhões de doses a capacidade anual de fabricação de vacina com a instalação do Centro do Processamento Final de Vacinas do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fiocruz (Bio-Manguinhos) em uma área de 570 mil metros quadrados no Distrito Industrial de Santa Cruz, na Zona Oeste. O projeto será concluído em cinco anos.

– A parceria entre Fiocruz, Vital Brazil e governo federal será um gol de placa em termos de revitalização do parque farmacológico do país e uma possibilidade de competitividade internacional – disse Cabral.

Tags: cabral, dilma, Hospital, NOVO, terreno

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.