Jornal do Brasil

Segunda-feira, 3 de Agosto de 2015

Rio

Exército: traficantes não tentaram retomar o Complexo do Alemão

Durante a madrugada disparos foram filmados e população está assustada

Jornal do BrasilMaria Luisa de Melo

Depois do intenso confronto na noite desta quarta-feira (7), que assustou moradores do Complexo do Alemão, o porta-voz da Força de Pacificação, major Marcos Bouças, negou que traficantes tenham tentado retomar o conjunto de favelas que está ocupado desde novembro do ano passado.

Na ação, tiros foram ouvidos por moradores. A população local chegou a flagrar balas traçantes em vídeos. Muitos pneus também foram queimados nos principais acessos ao conglomerado de favelas. Apesar do relato de moradores, de que um grupo de traficantes chegou à favela à noite, em carros, para retomar o espaço para venda de drogas, o Exército nega tais informações.

>> Polícia Militar ordena ocupação de duas favelas do Complexo do Alemão

>> Militares encontram bombas de fabricação caseira no Complexo do Alemão

>> Ferido no Complexo do Alemão segue estável e deve receber alta

"Houve uma ação de inquietação sim, mas os traficantes não tentaram retomar o território de maneira alguma. Eles sabem que a nossa tropa é muito maior do que o grupo deles", declarou o oficial. "Já sabemos que a ação partiu dos morros do Adeus e da Baiana e a PM já ocupou as duas comunidades".

Moradores registram balas traçantes em vídeo

Atualmente, 1700 homens da Força de Pacificação policiam os complexos do Alemão e da Penha. No último, está localizada a Vila Cruzeiro, onde militares identificaram e filmaram um reduto de venda de drogas.

Nesta quarta-feira, às 11h30, o secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, e o comandante militar do Leste, general Adriano Pereira Junior, concedem entrevista coletiva para falar sobre os rumos da ocupação no Complexo do Alemão.

Tags: alemão, complexo, exército, traficantes

Compartilhe: