Jornal do Brasil

Sábado, 19 de Agosto de 2017
Rock in Rio 2011

Rock in Rio inaugura sala de música em escola municipal. Veja o vídeo

Jornal do BrasilApuração: Julia Moura

Nesta quinta-feira (11), a Escola Municipal Pereira Passos, no Rio Comprido, Região Central do Rio, deixou de ter o giz como único instrumento de trabalho. Com a inauguração pelo Rock in Rio de uma nova sala de música, os alunos do sexto ano podem agora entrar no clima do mega evento que acontece em setembro. O projeto Por um mundo melhor pretende criar, até o mês que vem, outras nove salas de música em escolas municipais cariocas.

Na cerimônia, estavam a vice-presidente do festival, Roberta Medina; a secretária municipal de Educação, Claudia Costin; o secretário municipal de Turismo, Antonio Pedro; os professores do colégio, alunos do sexto ano e o grupo Monobloco, que promoveu um workshop para uma aula inaugural. Além de ensinar às crianças, os músicos deram aulas para os secretários, que logo se arriscaram a tocar percussão, enquanto a turma batia palmas.

"Isso que nós temos aqui é mais importante que qualquer obra, levar a cultura pra essas crianças, que, mais tarde, vão carregar esse legado que começamos a construir agora", analisou o secretário municipal de Turismo, Antonio Pedro.

O projeto Por um mundo melhor premiou com 5 mil ingressos para o festival crianças de escolas da rede municipal e estadual. Ganhavam aqueles que criassem os melhores manifestos em vídeo, foto, música ou poesia com o tema, para estimular a criatividade dos participantes.

"A nossa intenção é dar as condições necessárias para que esses alunos possam efetivamente receber essas aulas de música talvez com mais responsabilidade, e num ambiente mais propício. Com sorte, vamos achar muitos talentos, mas não é exatamente o que estamos buscando. Queremos trabalhar é na formação dos alunos", afirmou Roberta Medina.

Para o ensino dos alunos, 30 professores de música estão aprendendo uma nova metodologia. 

"O método vai ser o do passo: todo mundo pode aprender. Se você sabe andar, você sabe tocar", adiantou Felipe Reznik, integrante do Monobloco. 

No método do passo não é preciso ter ritmo, nem saber tocar. Basta seguir a batida dos pés. Enquanto uma pessoa bate palmas, outra toca percussão, etc. Dessa forma, todas as crianças podem participar, mas sem atrapalhar as demais aulas, já que a estrutura conta com isolamento acústico. Além disso, a sala possui ar condicionado, iluminação especial, TV, CD player, DVD e 30 instrumentos de percussão. 

A expectativa dos organizadores é a de que pelo menos 10 mil alunos sejam beneficiados anualmente pela iniciativa. Segundo a diretora da escola, Sheila Maria Guaste, mesmo antes das aulas começarem, as crianças já estavam eufóricas com a notícia, e com a perspectiva de ter um novo motivo para virem para as salas de aula.

Felipe Reznik explica o método do passo para as crianças do sexto ano
Felipe Reznik explica o método do passo para as crianças do sexto ano

"Eu acho que vai ser muito legal poder tocar junto com meus amigos. Não vou ter nem preguiça de vir pra escola", disse Tainá de Araujo, aluna do sexto ano.

"Com a música, as crianças se sentem incluídas na sociedade, percebem que música é arte, é consciência, está além dos fundamentos da escola. Ela funciona como um atrativo para a criançada", afirmou o professor de música da escola, Francisco Carlos de Paula, junto aos alunos do 6º ano.

Apesar do projeto começar englobando apenas uma série, há planos de expandir para outros anos à medida que os professores vão sendo capacitados. O projeto é espelho de uma iniciativa que começou desde 2009, para tentar dar um salto na educação. 

O professor de música Francisco Carlos de Paula  e alunos do sexto ano
O professor de música Francisco Carlos de Paula  e alunos do sexto ano

"Não existe possibilidade de futuro se o acesso às artes for restrito. Torcemos para que essas 10 salas tenham seus filhotes. E que alunos como o Francisco digam no futuro 'Ah, eu me lembro da Pereira Passos, foi lá que eu comecei'", disse a secretária municipal da Educação, Claudia Contis

As outras salas de música serão montadas nas escolas Jornalista Assis Chateaubriand (Vila Isabel), Ceará (Inhaúma), Cardeal Câmara (Parada de Lucas), Itália (Rocha Miranda), Antenor Nascentes (Parque Anchieta), Dom Pedro I (Barra da Tijuca), Mário Casa Santa (Magalhães Bastos), Alba Canizares (Inhoaíba) e CIEP Ismael Nery (Santa Cruz).

julia.moura@jb.com.br

Tags: Pereira, Rio, de, escola, in, municipal, música, passos, rock, sala

Compartilhe: