Jornal do Brasil

Terça-feira, 28 de Julho de 2015

Rio

Ministro do STF não é a favor das Forças Armadas

Segundo ele, a convocação põe população em risco

Jornal do BrasilLuiz Orlando Carneiro

Brasília - O ministro Marco Aurélio de Mello, do Supremo Tribunal Federal, é contra a mobilização de contingentes das Forças Armadas para atuar no combate à série de ataques incendiários promovida pelo crime organizado no Rio de Janeiro. Mas defende – dada “a gravidade da situação” – a convocação da Força Nacional de Segurança Pública e da Polícia Federal para operações conjuntas com as polícias estaduais (Militar e Civil) e a Polícia Rodoviária.  

Carioca e proprietário de um apartamento em São Conrado, Marco Aurélio usa, quando vai ao Rio, um automóvel blindado, e admite sua preocupação sempre que é obrigado a trafegar pela Via Amarela. O carro particular de uma de suas filhas, que vive no Rio, é também blindado.  

>> Leia a matéria completa no JB Digital

Tags: ataques, Rio, terror, violência

Compartilhe: