Jornal do Brasil

Domingo, 24 de Junho de 2018 Fundado em 1891

Cultura - Programa

Crítica: 'The ultimate wave Tahiti 3D - Surfando em ondas gigantes'

Jornal do Brasil Márcio Malheiros

O documentário The ultimate wave Tahiti 3D - Surfando em ondas gigantes dirigido por Kelly Slater (dez vezes mundial de Surf) valoriza mais as paisagens belíssimas das Polinésias francesas, mais precisamente da ilha paradisíaca de Taiti, e sua estonteante paisagem natural, que diálogos desnecessários. 

O média-metragem de 56 minutos de duração se sustenta nos costumes locais como a dança - ao estilo havaiano - e nas riquezas marítimas, onde corais e peixes de água salgada são captados pela câmera com sensibilidade artística, que propriamente em cenas de Surf, acertadamente.

Com uma providencial narração em off, o filme utiliza com maestria o recurso 3D, e, por conseguinte, acaba por imergir o espectador nos fotogramas tridimensionais de forma absoluta. Evidencia, assim, a fragilidade de vários longas-metragens ficcionais que utilizam o formato, e que, teoricamente, deveriam usar e abusar da característica e fazer valer o preço do ingresso de modo eficiente. Excetuando uma ou outra obra, e, em plena febre do público em assistir aos filmes com a tecnologia, as películas mostram uma carência gritante de efeitos e, muito mais, de absoluta imersão nas cenas consumidas.

Kelly Slater sai em busca da onda perfeita no documentário em 3D 'The ultimate wave Tahiti'

O grande trunfo de The ultimate wave Tahiti... se concentra no fato de Kelly Slater não ter concebido um filme dirigido apenas para surfistas e sim, para amantes da sétima arte e de cenários exóticos que a produção apresenta. A ilha de Taiti se assemelha ao paraíso na terra, onde não há espaço para a ambição desenfreada e predatória humana. O local das filmagens é um território virgem e ideal para o turismo e é lá que se encontra o objeto principal da realização da película, o conhecido e ideal local para surf da região, o Teahupo'o.

O documentário é minimalista em sua idiossincrasia sutil e refinada sobre um espaço onde a calmaria e a paz dão o tom. A produção atinge um resultado final satisfatório tanto no conteúdo quanto na estética (robustecida pelos eficazes efeitos tridimensionais). Com imagens deslumbrantes (as captadas no fundo do mar podem ser comparadas ao deleite que um aquário gigante proporciona), The ultimate wave Tahiti 3D - Surfando em ondas gigantes é uma experiência cinematográfica válida e recomendável.

Cotação: ** (Bom)



Tags: cinema, documentário, filme, kelly slater, ondas, recomendado, surf, the ultimate wave tahiti 3d, tridimensão, viagem

Compartilhe: