Jornal do Brasil

Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

País

Eleições: Bolsonaro à frente de Lula também no DF

Presidenciável do PSL lidera pesquisas ainda em SP, no RS e no ES

Jornal do Brasil BERNARDO DE LA PEÑA, blp@jb.com.br

Pesquisa do Instituto Paraná Pesquisas, divulgada ontem, revela que no Distrito Federal o deputado Jair Bolsonaro, pré-candidato do PSL ao Palácio do Planalto, tem mais intenções de voto inclusive que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde o início de abril e ainda assim pré-candidato à Presidência da República pelo PT. No cenário da pesquisa em que os dois estão presentes há empate técnico, mas Lula tem 24,3% das intenções de voto, contra 21,0% de Bolsonaro.

O levantamento no Distrito Federal é o quarto do Instituto Paraná em que o pré-candidato do PSL lidera uma pesquisa em cenário no qual o ex-presidente petista está presente. Bolsonaro já apareceu na frente de Lula em São Paulo, em junho, com 21,4% das intenções de voto contra 19,5% do ex-presidente petista. 

Cenários

No mesmo mês, na pesquisa com eleitores do Rio Grande do Sul o Instituto Paraná mostrou Bolsonaro na frente com 28,1%, e Lula em segundo, com 20,5%. No início de julho, a pesquisa no Espírito Santo mostrou novo empate técnico com Bolsonaro na frente, com 25,5%, e Lula em segundo, com 23,6%. 

Outro destaque da mais recente pesquisa do Instituto Paraná, no Distrito Federal, é a forte presença da ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva, pré-candidata da Rede, principalmente no cenário sem Lula, no qual ela surge em segundo lugar, com 14,3% das intenções de voto. Nesse caso, a pesquisa captou a popularidade da ex-ministra no Distrito Federal que não começou nessas eleições. 

Em 2010, Marina teve mais votos na região da capital da República até do que a candidata vencedora do pleito, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Em 2014, Marina também teve mais votos do que Dilma, que se reelegeu presidente da República, mas no Distrito Federal ficou atrás do segundo colocado naquela disputa, o então candidato do PSDB ao Planalto, o senador Aécio Neves.

Posições quase inalteradas 

Ainda sobre o levantamento mais recente do Instituto Paraná, no Distrito Federal, o terceiro lugar no cenário sem Lula é de Ciro Gomes (PDT), com 10,5%. Em quarto vem Álvaro Dias (Podemos), com 5,6%, seguido de Geraldo Alckmin, do PSDB (4,3%). Incluído na lista como possível substituto de Lula, Fernando Haddad, do PT, tem 2,2% e está empatado tecnicamente com Manuela D´Ávila, (2,1%). Atrás dela vem Henrique Meirelles, do MDB, com 1,8%. João Amoedo (Partido Novo) tem 1,1% e é seguido por Guilherme Boulos (PSOL) e Rodrigo Maia (DEM), os dois com 0,8%.

No cenário com Lula, a única mudança na ordem das posições dos candidatos se dá entre Manuela D’Ávila e Henrique Meirelles. A candidata do PCdoB fica com 1,3% das intenções de voto e é ultrapassado por Meirelles, que registra 1,7%. 



Tags: bolsonaro, eleições, lula, política, presidência

Compartilhe: