Jornal do Brasil

Quarta-feira, 20 de Junho de 2018 Fundado em 1891

País

Justiça manda soltar prefeito preso por depositar lixo em aterro interditado

Jornal do Brasil

O juiz da 1.a Vara Criminal de Andradina, Jamil Nakad Junior, mandou soltar nesta quinta-feira, 14, o prefeito de Murutinga do Sul, Gilson Pimentel (PSDB), preso no dia anterior por ter mandado depositar o lixo da cidade num aterro interditado pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb).

Outros quatro servidores do município também foram libertados, mas todos vão responder a processo por crime ambiental. Pimentel alegou que, desde a interdição do aterro sanitário, no fim do ano passado, a cidade não tem onde colocar o lixo coletado nas ruas.

Após sair da prisão, ele disse que vai contratar uma empresa em caráter emergencial para encaminhar o lixo a um aterro particular. Segundo ele, essa medida ainda não foi tomada por causa da difícil situação financeira da prefeitura.

A Cetesb informou que o aterro em valas de Murutinga do Sul foi interditado no dia 13 de dezembro do ano passado. A prefeitura foi notificada para mandar o lixo a outro aterro licenciado e com operação adequada, até o licenciamento ambiental de uma nova área para disposição dos resíduos no próprio município.



Compartilhe: