Jornal do Brasil

Sábado, 18 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

País

Líder de caminhoneiros diz que a greve não acabou. Veja o vídeo

Ele ainda chama o governo de Goiás de corrupto

Jornal do Brasil

Um dos líderes do movimento doa caminhoneiros, Wallace Landim, denunciou que o acordo firmado entre o governo e a categoria, na noite de quinta-feira, na verdade não tinha contado com o total dos representantes e, por isso, não seria cumprido.

"Se a gente não estiver participando, essa negociação não tem resultado nenhum. Já passamos para todos: só libera [as estradas] quando a gente der o ok."  

Wallace completa: "Fizeram um vídeo dizendo que liberou. A gente não participou, então continua [a paralisação]. Podem falar agora 'acabou a tributação', mas nós não participamos. Cadê o documento? Só no Diário Oficial pra liberar a rodovia."

O líder do movimento prossegue: "Nós não estamos mais aqui pedindo esmola. Estamos pedindo nosso direito. Por que o país vizinho vem aqui no nosso país e pega combustível por preço significativo de 80 centavos, 1,20, e a gente paga cinco reais? Não temos direito mais de tratar nossa família com dignidade. Somos escravos. Esse governo corrupto de Goiás é o próximo que vamos pegar. É o segundo estado com a taxa maior de carga tributária", afirmou.



Tags: abastecimento, ato, caminhão, governo, greve, protesto

Compartilhe: