Jornal do Brasil

Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

País

Mais de 250 detidos em megaoperação contra pedofilia no Brasil

Jornal do Brasil

Um total de 251 pessoas foram detidas nesta quinta-feira (17) no Brasil, em uma megaoperação contra a pornografia infantil na Internet apresentada pelo governo como a maior ação desse tipo na história do país.

Cerca de 2.600 policiais foram enviados a 24 dos 26 estados do país e ao Distrito Federal para cumprir 578 mandatos de busca e apreensão de arquivos com conteúdos relacionados à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Até o fim da manhã, 132 pessoas haviam sido detidas, entre elas professores, funcionários públicos e mulheres, com idade entre 20 anos até aposentados, informaram as autoridades durante entrevista coletiva em Brasília.

Esse número aumentou para 251 durante a tarde.

No total, identificaram um milhão de arquivos com conteúdo pedófilo nesta segunda fase da operação "Luz na Infância 2".

Um dos principais alvos da Polícia, um advogado de 25 anos que tinha 780 mil arquivos baixados, foi detido em Uberlândia, Minas Gerais.

A operação, liderada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública, "é, sem dúvida nenhuma, a maior do país nessa área", declarou o coordenador da ação, o general Carlos Alberto dos Santos Cruz.

O ministro de Segurança Pública, Raul Jungmann, assegurou que se trata da "maior operação realizada no mundo em apenas um dia" contra a exploração sexual de menores de idade e pedofilia.

A primeira fase da operação "Luz na Infância" foi realizada em outubro de 2017 junto com autoridades americanas e acabou com 112 prisões.

As autoridades deram esse nome à operação porque "os criminosos agem nas sombras, na Internet, através da rede mundial de informática", segundo as explicações dadas na primeira fase.

Agência AFP


Tags: jugmann, luz na infancia, operacao, prisoes, seguranca publica

Compartilhe: