Jornal do Brasil

Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

País

Fórum Mundial da Água injetou R$ 48 milhões na economia do DF

Jornal do Brasil

O 8º Fórum Mundial da Água, que ocorreu entre 18 e 23 de março em Brasília, movimentou R$ 48,2 milhões na economia do Distrito Federal. O dado está na pesquisa de perfil dos participantes, feita pelo Observatório do Turismo do Distrito Federal, da Secretaria do Esporte, Turismo e Lazer, divulgada hoje (20).

Segundo o estudo, o evento teve mais de 120 mil participantes de 172 países e a Vila Cidadã recebeu 105 mil visitantes. Dos 16.385 turistas, 37% eram estrangeiros.

Os visitantes brasileiros vieram predominantemente de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Bahia. Em relação aos participantes internacionais, cidadãos de Portugal, do Senegal, da França e do Japão lideraram o ranking.

Foram ouvidas 1.068 pessoas para o levantamento. Desse total, 672 eram brasileiros e 396 de outras nacionalidades.

O gasto médio diário foi de R$ 945,68 com uma permanência, em média, de seis dias. O desembolso médio do turista em transporte aéreo foi de R$ 2.158; em hospedagem, R$ 2.163; e R$ 1.210 nas demais despesas (que incluem gastos de alimentação e de transporte dentro da cidade). Mais de 80% ficaram hospedados em hotéis. Além disso, foram gerados oito mil empregos diretos e indiretos.

Para o secretário de Esporte, Turismo e Lazer, Jaime Recena, o fórum foi um evento “exitoso” sob o aspecto econômico e também de turistas, já que 88% dos visitantes recomendariam Brasília como destino turístico e 79% afirmaram ter intenção de voltar. “O que eles destacaram, além da beleza da cidade, foi a segurança”.

Na avaliação do governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, o 8º Fórum Mundial da Água consolida a vocação de Brasília de ser “uma cidade de grandes eventos, que sabe receber, que tem uma boa estrutura, uma boa segurança pública e uma boa logística.”

Agência Brasil


Tags: agua, brasilia, eventos, país, rio

Compartilhe: