Jornal do Brasil

Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018 Fundado em 1891

País

Mais de 200 objetos ilícitos são apreendidos em presídios do Ceará

Agência Brasil

Vistorias feitas em 12 unidades prisionais do Ceará permitiram a apreensão de 245 itens ilícitos que estavam de posse dos detentos. A maioria dos objetos são celulares (127). Também foram apreendidas 42 armas artesanais, chamadas de cossocos.

As intervenções ocorreram na semana passada em penitenciárias e cadeias públicas localizadas no interior do Estado. Além das apreensões, as atividades incluíram a limpeza das celas e transferências.

As equipes envolvidas nas vistorias fizeram também um diagnóstico para evitar os chamados rebolos, que ocorrem quando alguém de fora da unidade prisional arremessa objetos por cima dos muros.

De acordo com a Secretaria da Justiça do Ceará, vistorias do tipo estão previstas em um calendário preparado com base na demanda das cadeias.

A vistoria nas 12 unidades prisionais cearenses ocorre cerca de duas semanas depois que 10 presos da Cadeia Pública de Itapajé, a 130 quilômetros da capital, Fortaleza, foram mortos durante uma briga entre grupos rivais.

Tags: cadeia, celular, cossoco, mortes, muro, rebolo, sistema prisional

Compartilhe: