Jornal do Brasil

Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

País

Relator explica mudanças no parecer da reforma da Previdência. Assista ao vivo

Alteração beneficia viúvo ou viúva de policial morto em ação, que passa a receber pensão integral 

Jornal do Brasil

O relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), e o líder do Governo, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), falam sobre as mudanças anunciadas terça-feira (6) na proposta em análise na Câmara (PEC 287/16).

Oliveira Maia fez nova alteração no texto para beneficiar viúvo ou viúva de policial morto em ação, que passa a receber pensão integral e não mais um percentual do salário, como na versão anterior. 

Temer admite mudanças no texto 

Para aprovar a reforma da Previdência, o presidente Michel Temer admitiu ceder na regra de transição para ingressos no serviço público até 2003. O presidente também pode abrir mão do limite de dois salários mínimos no caso de acúmulo de aposentadorias e benefícios, ampliando-o para o teto da Previdência Social.

“Se decidirem que o acúmulo da pensão não será até dois salários mínimos, como está no projeto que vai ser apresentado, e chegarem à conclusão de que deve ser o teto da Previdência Social, de R$ 5.645, eu penso que, por força do diálogo, poderá eventualmente chegar a isso. De igual maneira, a questão daqueles anteriores a 2003, uma regra de transição”, disse o presidente, em entrevista ao Jornal da Band, exibida na noite desta terça-feira (6).

Com Agência Câmara



Tags: câmara, inss, michel, presidente, reforma

Compartilhe: