Jornal do Brasil

Sábado, 18 de Agosto de 2018 Fundado em 1891

País

Máfia da merenda: Ministério Público de SP denuncia Fernando Capez

Ex-presidente da Assembleia Legislativa de SP é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro

Jornal do Brasil

O deputado estadual Fernando Capez (PSDB) foi denunciado, segunda-feira (15), pelo Ministério Público de São Paulo, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no caso da "máfia da merenda". Capez, que é ex-presidente da Assembleia Legislativa de SP, foi denunciado com mais oito pessoas no âmbito da Operação Alba Branca, deflagrada em janeiro de 2016.

A investigação apura desvio de R$ 1,11 milhão no fornecimento de merenda escolar, que teria sido usado na campanha do tucano em 2014. Ainda segundo a denúncia, Capez teria solicitado vantagem indevida de representantes da Cooperativa Orgânica Agrícola Familiar (Coaf), através do assessor parlamentar Jeter Rodrigues Pereira.

Fernando Capez foi denunciado corrupção passiva e lavagem de dinheiro

A assessoria de deputado aponta que a denúncia "pretende aplicar responsabilidade objetiva por atos supostamente praticados por terceiros."

O MP pede a suspensão imediata do mandato de Capez e suas funções como procurador de Justiça. “Não bastasse o risco à ordem pública gerado pelas condutas do denunciado Fernando Capez, não se pode olvidar que os poderes inerentes aos cargos ocupados podem ser indevidamente utilizados por ele para constranger testemunhas e conturbar a colheita da prova”, diz o despacho, que ainda pediu o bloqueio de bens no valor de R$ 2,27 milhões como reparação, o equivalente ao dobro dos recursos desviados.

Foram denunciados também dois ex-assessores do seu gabinete, dois integrantes da Secretaria da Educação e quatro pessoas ligadas à Coaf. Entre os denunciados está o lobista Marcel Ferreira Julio, que fechou acordo de delação premiada.

>> Máfia da Merenda: Delator pagou propina a ex-assessores de Capez dentro da Alesp



Tags: capez, merenda, ministério, máfia, público, sp

Compartilhe: