Jornal do Brasil

Segunda-feira, 16 de Julho de 2018 Fundado em 1891

País

Enem PPL será aplicado em 12 e 13 de dezembro para mais de 31 mil pessoas

Prova será aplicada para pessoas privadas de liberdade

Jornal do Brasil

O Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade e Jovens sob Medida Socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL) será aplicado nesta terça e quarta-feira, 12 e 13 de dezembro, em 1.078 unidades prisionais de 577 municípios brasileiros. Este ano, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) recebeu 31.765 inscrições para o Enem PPL. A prova tem grau de dificuldade equivalente ao do Enem regular, realizado em 5 e 12 de novembro.

A aplicação começa às 13h30. No primeiro dia, os participantes chegam às salas de aplicação, em suas próprias unidades, às 12h15. O período de 12h30 a 13h15 é reservado para preenchimento do Questionário Socioeconômico. Assim como no Enem regular, as primeiras provas aplicadas são de Ciências Humanas e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; e Redação. No segundo dia, os participantes entram em sala às 13h15 para fazer as provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e Matemática e suas Tecnologias.

O Exame é destinado a pessoas submetidas a penas privativas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade. Os participantes com idade a partir de 18 anos poderão utilizar o desempenho no Exame como mecanismo único, alternativo ou complementar para acesso à educação superior. Já os participantes menores de 18 anos, considerados "treineiros”, só poderão utilizar os seus resultados individuais para a autoavaliação de conhecimentos.

O Enem PPL é uma iniciativa do Inep, em parceria com o Departamento Penitenciário Nacional do Ministério da Justiça e Cidadania (Depen/MJC) e com a Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente. O objetivo é proporcionar acesso às políticas educacionais e aos programas sociais do Governo Federal. O Inep também aplica o Encceja PPL, que esse ano volta a certificar o Ensino Médio. Em ambos, cabe ao Inep preparar, aplicar e corrigir a prova, além de calcular as notas dos participantes.

Reaplicação – Nos dias 12 e 13 também será realizada a segunda aplicação do Enem. Ao todo, 3.886 pessoas terão direito à reaplicação, que será realizada em 37 locais de provas de 29 municípios. Entre os motivos para a segunda aplicação estão a interrupção do fornecimento de luz que afetou 3.852 participantes de nove locais de aplicação, em Olinda (PE), Teresina (PI), Paulo Afonso (BA) e Uruaçu (GO). Outros sete casos são de atendimentos a demandas judiciais e 28 resultam de deferimentos pela Comissão de Demandas do Inep para atender aos participantes que tiveram problemas diversos.

Para os participantes com direito à segunda aplicação o Cartão de Confirmação da Inscrição está disponível na Página do Participante. Todos devem consultar o Cartão para saber o local de prova, que pode ser diferente do local da primeira aplicação das provas. Para acessar o local de prova é preciso informar o login e a senha cadastrada na inscrição. Para os participantes que não se lembram da senha cadastrada, o Inep preparou um passo a passo para recuperação da senha, disponível na Página do Participante.



Tags: brasil, educação, enem, país, presos

Compartilhe: