Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

País

'Financial Times': Suprema Corte do Brasil autoriza nova investigação de corrupção a Temer

Jornal do Brasil

Matéria publicada nesta quarta-feira (13) pelo Financial Times aponta que os casos de corrupção continuam se acumulando no Brasil depois que o Supremo Tribunal de Justiça permitiu que os promotores investigassem o presidente do país, Michel Temer, em um suposto caso de enxerto relacionado a um decreto sobre concessões portuárias.

O juiz Luíz Barroso baseou suas descobertas em uma conversa telefônica de um ex-assessor de Temer, acrescenta o noticiário.

Na conversa, Rodrigo Rocha Loures - que já foi preso depois de ter sido implicado em outro escândalo de corrupção envolvendo a JBS - supostamente tentou impulsionar um decreto "ao lado do governo federal", para beneficiar uma empresa de logística portuária em troca de propinas, explica Times.

De acordo com o documento do tribunal, "a interceptação de diálogos entre Rodrigo Santos da Rocha Loures e outros interlocutores apontou a possível prática de lavagem de dinheiro e corrupção ativa e passiva". O texto continua dizendo que subornos podem ter sido alegadamente pagos a Loures e Temer.

O juiz Luíz Barroso baseou suas descobertas em uma conversa telefônica de um ex-assessor de Temer, diz o texto do Financial Times
O juiz Luíz Barroso baseou suas descobertas em uma conversa telefônica de um ex-assessor de Temer, diz o texto do Financial Times

Financial Times observa que esta denúncia ocorre em um momento em que Temer luta contra outros casos de corrupção, incluindo um que foi arquivado na segunda-feira (11) contra a liderança de seu partido PMDB. Na semana passada, a polícia federal encontrou o maior estoque de dinheiro criminal do país em um apartamento que supostamente pertencia a Geddel Vieira Lima, ex-ministro de Temer.

Além disso, Temer este ano tornou-se o primeiro presidente do Brasil exercendo o cargo, a enfrentar acusações criminais depois que foi secretamente gravado em março supostamente discutindo subornos com o empresário, Joesley Batista, ex-presidente da JBS. No mês passado, ele sobreviveu a uma votação no Congresso sobre se ele deveria ser julgado por corrupção.

>> Financial Times

Tags: brasil, carne fraca, fugu, internacional, mídia, peixe, pescado, temer

Compartilhe: