Jornal do Brasil

Sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

País

MP-PR denuncia 39 por desvio de dinheiro em prefeitura 

Portal Terra

A operação Sucupira do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Londrina denunciou 39 pessoas por desvios de recursos públicos na prefeitura municipal de São Jerônimo da Serra, na região do Norte Pioneiro paranaense. Segundo a denúncia, os acusados direcionavam procedimentos licitatórios para empresários previamente escolhidos, que desviavam insumos e serviços.

A organização criminosa agia desde a posse do prefeito municipal de São Jerônimo da Serra, Adir dos Santos Leite (PSDB), em janeiro de 2013, até meados de agosto deste ano, quando a operação foi deflagrada. Entre os acusados estão os dois filhos e a esposa do prefeito municipal, que ocuparam, durante o período investigado, cargos na prefeitura; o então chefe de gabinete e de relações institucionais; o responsável, à época, pela tesouraria e pelas finanças; e outros servidores municipais, empresários e agentes públicos que, juntos, se uniram para contratar, de forma fraudulenta, empresas para promover o desvio de recursos públicos do município. 

No total, foram descritos 73 crimes praticados pelo grupo contra a administração pública. A denúncia envolve os crimes de peculato, corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro, fraude a licitação e organização criminosa. Adir não é parte nesta acusação, mas deve ser denunciado, posteriormente, perante o Tribunal de Justiça, por ter for privilegiado.

Além do direcionamento de licitação, o grupo também realizava o abastecimento de carros particulares e de terceiros com recursos que deveriam ser utilizados para o abastecimento da frota municipal.

Seis das 39 pessoas denunciadas pelo Ministério Público do Paraná continuam presas desde que a Operação Sucupira foi deflagrada, no início do mês. 

Tags: criminosa, desvios, Organização, paraná, prefeituras

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.