Jornal do Brasil

Domingo, 26 de Outubro de 2014

País

Motoboys fecham avenida em protesto contra ciclovias na capital paulista

Agência Brasil

Cerca de 600 motoboys, segundo a Polícia Militar (PM), fecharam a Avenida Moreira Guimarães, ligação da zona sul ao centro da capital paulista na tarde de hoje (26). O protesto convocado pelo Sindicato dos Mensageiros Motociclistas do Estado de São Paulo (Sindimoto-SP) contra a utilização das motofaixas e bolsões de estacionamento para criação de ciclovias. Os manifestantes devem encerrar o ato em frente à prefeitura.

O projeto de expansão da rede de ciclovias na cidade foi anunciado no começo de junho. A prefeitura pretende, até o final de 2015, construir mais 400 quilômetros de ciclovias. O custo total do projeto é R$ 80 milhões, dos quais R$ 10 milhões devem ser investidos ainda neste ano.

Em nota divulgada no site do sindicato, o presidente da entidade, Gilberto Almeida dos Santos, critica a medida. Segundo ele, as motofaixas são importantes para redução de acidentes envolvendo esses profissionais. “Lembrando ainda que, morrem mais de 500 motociclistas por ano, há mais de 20 mil internações devido aos acidentes com moto e a prefeitura tira o que pode justamente para diminuir esses índices?”, questionou o sindicalista.

Santos cobrou ainda adoção de políticas públicas e campanhas de conscientização para redução de acidentes envolvendo motos.

Tags: Atos, motos, protestos, rua, SP

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.