Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

País

Nélio Machado já tinha entrado com habeas em favor de Paulo Roberto

Jornal do Brasil

Um dos maiores advogados brasileiros, se não o maior criminalista, Nélio Machado abandona a causa deixando um pedido de habeas corpus em favor do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa. Na última quinta-feira, Nélio Machado, em sua peça histórica ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região, destaca a forma truculenta e inconstitucional como o indiciado foi tratado. "Se encontra submetido a manifesto constrangimento ilegal", diz o texto.

>> Veja o pedido de habeas corpus

No entanto, após o próprio Paulo Roberto ter partido para a delação premiada, o criminalista preferiu abandonar a causa, já que delação significa que o próprio criminoso admite os seus crimes, como desvios de recursos, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e evasão de divisas.

>> Paulo Roberto Costa aceita acordo de delação premiada

Na penitenciária de Cascavel, no Paraná, presos amotinados decapitaram os próprios colegas porque se dizem oprimidos. No pedido de habeas corpus em favor de Paulo Roberto Costa, o criminalista Nélio Machado destaca exatamente a forma truculenta com que o ex-diretor foi tratado no sistema prisional paranaense. Paulo Roberto está preso na sede da PF em Curitiba, para onde foi levado na última sexta-feira, após ter aceitado participar da delação premiada

Tags: advogado, comissão, estatal, pedido, Petróleo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.