Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

País

SP: pedida prisão de vereador acusado de participar de briga de torcidas

Agência Brasil

A Polícia Civil de São Paulo pediu hoje (21) à Justiça a prisão preventiva do vereador Raimundo Faustino (PT), de Francisco Morato, acusado de participar, domingo passado (17), da briga entre torcidas que provocou a morte do torcedor do Palmeiras Gilberto Torres Pereira, de 31 anos. Na noite de ontem (20), Pereira teve morte cerebral confirmada pelo Hospital Estadual de Franco da Rocha.

O rapaz foi espancado e sofreu traumatismo craniano durante confronto entre integrantes das torcidas organizadas Mancha Verde, do Palmeiras, e Gaviões da Fiel, do Corinthians, no centro da cidade de Franco da Rocha, na Grande São Paulo. De acordo com o boletim de ocorrências, a briga começou por volta das 7h de domingo, quando integrantes das duas torcidas se encontraram na Estação Franco da Rocha da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Seis pessoas foram presas em flagrante no domingo e a policiais civis começaram a investigar o envolvimento de um vereador na briga. O parlamentar foi visto por policiais militares em meio ao tumulto.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, a polícia aguarda o comunicado oficial sobre a morte do torcedor para alterar a acusação das sete pessoas indiciadas. Inicialmente, elas foram acusados de tentativa de homicídio, rixa, lesão corporal e de promover tumulto. Com a confirmação da morte, eles passarão a responder por homicídio consumado.

Em nota, o PT de São Paulo informou ter criado uma comissão especial para investigar o envolvimento de filiados do partido na briga. O partido repudia veementemente os atos de violência, diz a nota.

Tags: brigas, prisão, são paulo, torcidas, vereador

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.