Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

País

Acusado de matar primo do goleiro Bruno é condenado em BH

Portal Terra

Alexandre Ângelo de Oliveira, de 28 anos, foi condenado a 15 anos de prisão em regime fechado pelo crime de homicídio qualificado. Conhecido como Neguinho, ele é apontado como o assassino de Sérgio Rosa Salles, primo do goleiro Bruno, no dia 22 de agosto de 2012. A decisão da condenação ocorreu após julgamento nesta quarta-feira no 1° Tribunal de Belo Horizonte. 

De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, a sessão foi presidida pelo juiz Mauricio Leitão Linhares. O júri foi composto por quatro mulheres e três homens, todos escolhidos por sorteio. A promotora Patrícia Estrela de Oliveira Vasconcelos representou o Ministério Público, e a defesa ficou a cargo do advogado Ronaldo Lara Júnior. 

Durante o julgamento, quatro testemunhas foram ouvidas como informantes: duas irmãs, um irmão e a ex-namorada da vítima. Eles foram unânimes em dizer que Sérgio era "sossegado" e não “mexia com mulheres casadas".

Em seguida, Alexandre confessou o crime, conforme já havia feito em depoimentos na delegacia, reconhecendo que perseguiu e atirou na vítima por ciúmes de sua amante, Denilza Cesário Silva. Ele encerrou seu depoimento alegando que não conhece os envolvidos no caso Bruno e que o assassinato de Sérgio não está ligado ao crime do ex-goleiro.

Denilza foi condenada em agosto de 2013 a 13 anos de reclusão por também participar do homicídio e está presa no presídio São Joaquim de Bicas 2. Alexandre, por sua vez, está no presídio Antônio Dutra Ladeira.

Tags: atleta, familiar, justiça, MINAS, sentença

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.