Jornal do Brasil

Sábado, 22 de Novembro de 2014

País

Milhares lotam Praça da República para último adeus a Eduardo Campos

Agência Brasil

Já eram mais de 2h quando o cortejo fúnebre com os restos mortais do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos e de três assessores dele, mortos na última quarta-feira (13) em um acidente aéreo em Santos, litoral de São Paulo, chegou ao Palácio do Campo das Princesas, local do velório, sob palmas de milhares de pessoas.

>> Admiradores de Campos aguardam para acompanhar o sepultamento

>> Corpo de assessor de imprensa de Campos é enterrado no Recife

Por cerca de três horas, o desfile em carro aberto do Corpo de Bombeiros passou por várias ruas do Recife acompanhado por centenas de pessoas e de carros. Ao lado do caixão, três dos cinco filhos de Eduardo Campos comandam as saudações ao ex-governador. Renata Campos, viúva de Eduardo, levou Miguel, filho mais novo do casal dentro da cabine da viatura, ao lado de Cecília Ramos, viúva de Carlos Percol.

A chegada dos restos mortais ao largo da Praça da República, no Centro da capital, foi marcada por uma enorme comoção. Desde o início da manhã de ontem (16), pernambucanos de vários lugares do estado se concentravam no local à espera do último adeus. Alguns chegaram a dormir sentados encostados na cerca montada pelo governo do pernambucano paraorganizar a passagem pelos caixões.

Pessoas enroladas a bandeiras do Brasil, de Pernambuco, do Náutico – time de coração do ex-governador – acompanharam com palmas o transporte da urna com os restos mortais do ex-presidenciável da viatura do Corpo de Bombeiro até o local do velório. Muitos não contiveram o choro.

Ana Arraes, mães de Eduardo e ministra do Tribunal de Constas da União, demonstrava-se inconsolada. Por diversas vezes, abraçou o caixão aos prantos. Renata Campos, visivelmente abatida, manteve-se serena e foi abraçada pelos filhos diversas vezes. Ela passou toda a madrugada ao lado do corpo do marido. Familiares, amigos, políticos, correligionários também prestaram reverência. Marina Silva, vice de Campos na chapa do PSB à Presidência, ficou alguns instantes ao lado do caixão (coberto pelas bandeiras do Brasil, de Pernambuco e do PSB) e acompanhou os gritos dos pernambucanos.

>> Começa missa de corpo presente de Campos

>> IML conclui identificação de corpos de Campos e outras vítimas de acidente

>> Técnicos norte-americanos ajudam nas investigações

Será celebrada, pela manhã, a missa de corpo presente pelo arcebispo de Recife e Olinda, dom Fernando Saburido em frente à sedo do governo de Pernambuco. A previsão é que mais de 100 mil pessoas participem da cerimônia do último adeus a Eduardo Campos e também ao assessor de imprensa Carlos Percol, do fotógrafo Alexandre Severo e do cinegrafista Marcelo Lyra, que estão sendo velados no local.

A presidenta Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, deixou Brasília por volta das 7h rumo ao Recife. Além dela, também são esperados o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o presidenciável pelo PSDB, Aécio Neves, ministros, parlamentares, prefeitos, vereadores, empresários e embaixadores. Dezenas de governadores já confirmaram presença nas cerimônias.

O enterro do ex-governador está marcado para as 17h, no Cemitério de Santo Amaro. A família de Percol decidiu que o corpo do jornalista será sepultado logo após a missa de corpo presente.

Tags: acidente, candidato, Eduardo Campos, Recife, velório

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.