Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

País

IML conclui identificação de corpos de vítimas de acidente aéreo

Corpos foram liberados em comboio para Guarulhos, para serem encaminhados aos locais de velório

Jornal do Brasil

A identificação dos corpos do presidenciável Eduardo Campos (PSB) e de mais seis pessoas, vítimas do acidente aéreo da última quarta-feira (13) em Santos, foi concluída no início da tarde deste sábado (16). Os corpos foram liberados em comboio para Guarulhos algumas horas depois, por volta das 16h20, para serem transportados aos locais de velório e enterro.

Ainda hoje, terá início o velório do ex-governador de Pernambuco, do assessor de imprensa Carlos Augusto Percol, do fotógrafo Alexandre Severo e do cinegrafista Marcelo Lyra, no Palácio do Campo das Princesas, sede do governo, no Recife. O enterro de Eduardo Campos está marcado para as 17h de amanhã (17). O corpo do piloto Geraldo Magela Barbosa da Cunha segue para Minas Gerais e o do piloto Marcos Martins, para o Paraná.

A liberação dependia de um atestado de óbito, emitido em Santos e levado à capital paulista de helicóptero. A viúva de Eduardo Campos, Renata Campos, havia solicitado ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que todas as vítimas deixassem o IML ao mesmo tempo.

>> Bombeiros encerram buscas no local do acidente com avião em Santos

>> Emocionados, pernambucanos prestam últimas homenagens a Eduardo Campos

>> Técnicos norte-americanos ajudam nas investigações do acidente em Santos

O trabalho de análise de DNA costuma demorar até um mês, e, em situações de emergência, pode levar uma semana. O caso de Eduardo Campos, no entanto, recebeu prioridade, com a formação de uma equipe de 50 profissionais e a reserva de toda a unidade central do IML da capital para concluir a identificação.

Na última sexta-feira, o governo de Pernambuco definiu o percurso do cortejo fúnebre do local do velório até o Cemitério Santo Amaro, onde serão sepultados os corpos de Campos e de mais três vítimas do acidente. A expectativa é que o número de pessoas presentes aos atos fúnebres supere as 80 mil que há nove anos acompanharam o velório do ex-governador Miguel Arraes, avô de Eduardo Campos.

Também são esperadas para o velório e o sepultamento mais de 500 autoridades, como a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o candidato do PSDB Aécio Neves, e a vice na chapa de Campos, Marina Silva, além de ministros, embaixadores, governadores e vice-governadores, prefeitos, presidentes de partidos e representantes de várias legendas.

>> Caixa-preta não registrou áudio do voo de Campos, diz Aeronáutica 

* Com informações da Agência Brasil e do Portal Terra

Tags: acidente, Eduardo Campos, iml, restos mortais, Vítimas

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.