Jornal do Brasil

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

País

Arcebispo celebrará missa de sétimo dia de Campos na Catedral de Brasília

Agência Brasil

Uma das missas de sétimo dia da morte do ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência da República, Eduardo Campos, será celebrada em Brasília, na Catedral Metropolitana. A cerimônia será celebrada pelo arcebispo metropolitano de Brasília, dom Sergio da Rosa.

A missa foi solicitada pelo PSB, partido de Eduardo Campos, por meio do senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF). A celebração está marcada para terça-feira (19) às 12h15 e deve reunir a cúpula do PSB, além de políticos, correligionários de Campos e simpatizantes que queiram prestar as últimas homenagens ao candidato.

“A missa será aberta para todos, é em memória do Eduardo e das pessoas que estavam acompanhando ele”, disse Rollemberg. Segundo a arquidiocese, a Catedral Metropolitana de Brasília tem capacidade máxima para 3 mil pessoas, mas ainda não há previsão de quantas pessoas devem comparecer à cerimônia.

No Recife, uma missa campal de corpo presente vai ocorrer em frente ao Palácio Campo das Princesas, sede do governo pernambucano. Ela será celebrada pelo arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, e o mais provável é que ocorra no domingo, antes de o copo seguir para o sepultamento. Mais de 80 mil pessoas são esperadas para a cerimônia. São esperadas para o velório e o sepultamento mais de 500 autoridades, entre as quais a presidente Dilma Rousseff, que disputa a reeleição pelo PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, e a companheira de chapa de Campos, Marina Silva, além de ministros, embaixadores, governadores e vice-governadores, prefeitos, presidentes de partidos e representantes de várias legendas.

Tags: Campos, candidato, eduardo, morte, presidência

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.