Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

País

Arcebispo celebrará missa de sétimo dia de Campos na Catedral de Brasília

Agência Brasil

Uma das missas de sétimo dia da morte do ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência da República, Eduardo Campos, será celebrada em Brasília, na Catedral Metropolitana. A cerimônia será celebrada pelo arcebispo metropolitano de Brasília, dom Sergio da Rosa.

A missa foi solicitada pelo PSB, partido de Eduardo Campos, por meio do senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF). A celebração está marcada para terça-feira (19) às 12h15 e deve reunir a cúpula do PSB, além de políticos, correligionários de Campos e simpatizantes que queiram prestar as últimas homenagens ao candidato.

“A missa será aberta para todos, é em memória do Eduardo e das pessoas que estavam acompanhando ele”, disse Rollemberg. Segundo a arquidiocese, a Catedral Metropolitana de Brasília tem capacidade máxima para 3 mil pessoas, mas ainda não há previsão de quantas pessoas devem comparecer à cerimônia.

No Recife, uma missa campal de corpo presente vai ocorrer em frente ao Palácio Campo das Princesas, sede do governo pernambucano. Ela será celebrada pelo arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, e o mais provável é que ocorra no domingo, antes de o copo seguir para o sepultamento. Mais de 80 mil pessoas são esperadas para a cerimônia. São esperadas para o velório e o sepultamento mais de 500 autoridades, entre as quais a presidente Dilma Rousseff, que disputa a reeleição pelo PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, e a companheira de chapa de Campos, Marina Silva, além de ministros, embaixadores, governadores e vice-governadores, prefeitos, presidentes de partidos e representantes de várias legendas.

Tags: Campos, candidato, eduardo, morte, presidência

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.