Jornal do Brasil

Sábado, 1 de Novembro de 2014

País

Partidários de Campos lideram homenagem no local de tragédia

Portal Terra

Cerca de 50 partidários do PSB lideraram no início da tarde desta quinta-feira uma série de homenagens a Eduardo Campos e aos outros seis mortos no acidente aéreo ocorrido na última quarta-feira em Santos. A ação foi realizada por volta das 13h30 no local da tragédia.

David Ramalho, secretário estadual da juventude do PSB do Estado de São Paulo, era a figura de liderança no grupo que rezou, cantou o hino nacional e entoou coros motivacionais relacionados ao partido do ex-candidato à Presidência. Não só o político, como os demais presentes no voo tiveram seus nomes citados nominalmente pelas pessoas que realizaram a homenagem.

Filiados ao PSB lembraram do candidato e dos outros seis mortos na última quarta-feira em queda de avião
Filiados ao PSB lembraram do candidato e dos outros seis mortos na última quarta-feira em queda de avião

"O PSB está de luto. Não acredito até agora no que ocorreu. Até pela relação que ele tinha com os jovens", declarou David no local do acidente. O secretário estadual da juventude do partido também garantiu que o nome de Marina Silva não foi discutido como possível candidata à Presidência no lugar de Eduardo Campos.

"Temos um grupo fechado do WhatsApp com líderes do PSB e posso lhe garantir que o nome da Marina ainda não foi citado. Não pensamos em campanha. Agora é o momento de recolher os destroços do nosso partido e do acidente", afirmou.

Tags: Campos, candidato, eduardo, morte, presidência

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.