Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

País

Estudantes e professores fazem ato em frente à sede do governo paulista

Agência Brasil

Estudantes, funcionários e professores da Universidade de São Paulo (USP), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e da Universidade Estadual Paulista (Unesp) fazem, neste momento, um protesto em frente ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, na zona sul da capital. Cerca de 1,5 mil pessoas participam do ato, segundo a Polícia Militar. Os organizadores estimam que o ato reúne cerca de 2 mil manifestantes.

Os participantes saíram em caminhada do campus da USP no Butantã por volta das 13h20. Eles protestam contra o corte de ponto de professores, o arrocho salarial e o sucateamento das universidades públicas. Professores das três universidades paulistas estão em greve desde o dia 27 de maio.

Segundo a Polícia Militar, o protesto é pacífico. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informou que o protesto fecha, neste momento, ambos os sentidos da Avenida Morumbi.

Enquanto os estudantes e professores protestavam, o governador Geraldo Alckmin recebeu no palácio o governador de Pernambuco João Lyra Neto para discutir o trabalho de identificação dos corpos do acidente aéreo ocorrido ontem (13), em Santos, que provocou a morte do candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, e de seis pessoas da sua comitiva. Segundo Alckmin, a previsão é que os sete corpos sejam liberados sábado.

Tags: campinas, estadual, protesto, servidores, universidade

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.