Jornal do Brasil

Quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014

País

Cessna que caiu em Santos teve problemas elétricos em junho

Jornal do Brasil

O avião que caiu na manhã desta quarta-feira (13) com o candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos, já tinha apresentado uma falha elétrica em 16 de junho, segundo o líder do partido na Assembleia Legislativa do Paraná, o deputado estadual Wilson Quinteiro (PSB).

Ele contou que, nesse dia, Campos visitou Londrina, no norte do Paraná, e seguiria para Maringá, a cerca de 100 quilômetros, no mesmo avião modelo Cessna 560 XL, prefixo PR-AFA, que caiu ontem. Por problemas na ignição, porém, o avião não decolou e o candidato e a vice, Marina Silva, decidiram fazer o trajeto de carro. 

>> Partidários de Campos lideram homenagem no local de tragédia

>> Piloto do avião de Campos estaria consciente na hora da queda, diz delegado

>> IML: não há data para identificação dos corpos do acidente em Santos

>> Acidentes aéreos que marcaram a política do Brasil

A aeronave permaneceu no Aeroporto José Richa, em Londrina, e seguiu para Jundiaí no dia seguinte. 

Tags: Campos, candidato, eduardo, morte, presidência

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.