Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

País

Presidente do PSB-RJ diz que momento não é de tratar do processo político

Agência Brasil

Na avaliação do presidente do diretório regional do PSB no Rio de Janeiro, deputado Glauber Braga, este não é o momento de se  tratar do processo político, mas sim de “abraçar a família, os amigos, estar neste momento de dor juntos”. Braga avaliou que a morte hoje (13) do candidato à Presidência da República pela coligação Unidos para o Brasil, Eduardo Campos, em acidente aéreo, em Santos (SP), foi uma perda para todas as pessoas que “admiravam e admiram Eduardo. Foi um momento muito difícil”.

O presidente do PSB-RJ está indo para São Paulo, onde se reunirá com demais membros do partido, seguindo dali para Recife (PE) para o funeral de Eduardo Campos. Braga salientou que Campos é a demonstração concreta que política “pode ser com P maiúsculo, que a política pode mudar a vida das pessoas para melhor, que ela pode ser algo bonito, apaixonante”.

Glauber Braga disse que Campos nunca desistiu do Brasil. “Pelo contrário, ele sempre deixou como mensagem acreditar  no Brasil. Esse é o legado de Eduardo: acreditar no Brasil”, disse.

Tags: Campos, candidato, eduardo, morte, presidência

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.