Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

País

Polícia Federal envia peritos para analisar queda de avião em Santos

Agência Brasil

A Polícia Federal vai enviar seis peritos para Santos, no litoral paulista, na tentativa de agilizar a identificação e a liberação dos corpos dos passageiros da aeronave que caiu hoje (13) no bairro do Boqueirão, área residencial da cidade. O candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, foi uma das sete vitimas do desastre. A Aeronáutica já iniciou as investigações para apurar os fatores que contribuíram para o acidente.

Em nota, a Força Aérea Brasileira (FAB) confirmou que, por volta das 10h, uma aeronave Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, caiu em Santos. Segundo o comunicado, o avião decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao Aeroporto de Guarujá, no litoral paulista. Quando se preparava para o pouso, a aeronave arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave.

Em Santos, a prefeitura anunciou luto oficial de três dias pela morte do candidato Eduardo Campos e dos outros ocupantes do avião Cessna 560 XL. A aeronave caiu por volta das 10h, matando cinco passageiros e dois pilotos. De acordo com o Comando da Aeronáutica, a aeronave decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao Aeroporto de Guarujá.

Ontem (12), Campos cumpriu agenda de campanha no Rio de onde decolou hoje pela manhã para São Paulo. Ele teria agenda em Santos. Estava prevista entrevista coletiva na Praia do Mercado, às 10h30, e depois participaria de um seminário. No final da tarde, daria nova entrevista em São Paulo.

Tags: Campos, candidato, eduardo, morte, presidência

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.