Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

País

País perde uma das mais promissoras lideranças políticas, diz Renan sobre Campos

Agência Brasil

O presidente do Congresso Nacional , senador Renan Calheiros (PMDB-AL), divulgou nota de pesar pela morte do candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos. “Lamento a morte tão precoce e trágica do candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos. Uma tragédia que deixa o Brasil chocado e surpreso. O país sofre a dor coletiva da perda de uma das mais promissoras lideranças da política brasileira”, destacou Renan.

Segundo o parlamentar, Eduardo Campos foi um homem respeitável em todos os aspectos de sua personalidade, um pai exemplar e uma referência como homem público nos cargos que ocupou. O Congresso Nacional decretará luto oficial por um período de três dias. A presidência do Senado proporá uma sessão solene para conceder a ordem do mérito do Congresso Nacional a Eduardo Campos, que é ex-governador de Pernambuco.

Eduardo Campos morreu hoje (13) pela manhã. Ele era um dos ocupantes de aeronave que caiu por volta das 10h em Santos (SP). De acordo com o Comando da Aeronáutica, o Cessna 560XL, prefixo PR-AFA, decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao Aeroporto de Guarujá (SP). O avião estava com o certificado de aeronavegabilidade e a inspeção anual de manutenção em dia. Quando se preparava para pouso, a aeronave arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com o avião.

Tags: Campos, candidato, eduardo, morte, presidência

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.