Jornal do Brasil

Domingo, 26 de Outubro de 2014

País

Líder do PT diz que morte de Campos é 'perda irreparável'

Jornal do Brasil

O líder do PT no Senado, senador Humberto Costa (PE), disse que a morte do candidato à presidência Eduardo Campos é uma "perda irreparável" para o país. O parlamentar pernambucano, que era também amigo pessoal do ex-governador, recebeu a notícia com surpresa e perplexidade.

"Todos nós estamos chocados e perplexos com essa notícia. É uma perda irreparável para o país. É uma perda pessoal também para mim muito grande porque tinha com ele uma relação de respeito, de amizade. Perdi ainda dois amigos que estavam no  avião", afirmou.

Humberto Costa disse ainda que Eduardo Campos fará falta à política pernambucana e brasileira e lembrou da trajetória em comum entre os dois na política.

"Pernambuco, um estado que foi revolucionado por seu período no governo, perde bastante. Tive a oportunidade de militar com ele como deputado estadual, como ministro do governo Lula. Depois, fui seu secretário no seu primeiro governo e o que posso testemunhar é que sem dúvida é uma perda irreparável para a política do nosso estado e do nosso país", disse.

Indagado pela imprensa sobre as possíveis consequências da morte de Eduardo Campos na corrida eleitoral, Humberto Costa disse não ser possível fazer agora uma avaliação.

"Não tenho como fazer essa avaliação agora dado o grau de surpresa, perplexidade e consternação que todos nós estamos. Precisamos deixar a poeira baixar um pouco para saber as repercussões em Pernambuco e no país", assinalou.

Tags: Campos, candidato, eduardo, morte, presidência

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.