Jornal do Brasil

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

País

Avião de Campos estava em chamas quando caiu, diz testemunha

Portal Terra

Segundo testemunhas que estiveram no local e viram a queda do avião em que estava o candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, a aeronave estava em chamas durante a queda. 

“Vi todo o trajeto, posso garantir, já desceu em chamas... não dava para ver que era um avião, vi só uma bola de fogo vindo, já estava em chamas, sem brincar, parecia um asteroide”, disse o comerciante Sergio Campos, 42 anos, testemunha ocular do acidente.

Já o empresário Fabrício Rodrigues, 39 anos, diz que, por muito pouco, sua tia não foi atingida pela queda da aeronave. O avião caiu em cima de uma academia que fica aos fundos da casa de sua mãe. 

“Estava no futebol com meu filho e um amigo me ligou dizendo que um avião estava para cair, e logo em seguida minha esposa me ligou e disse que o avião caiu na academia que divide muro com a casa da minha mãe. Fui correndo para lá, mas graças a Deus, minha mãe estava fora de casa. Vi as vítimas, mas não são pessoas, são apenas pedaços”, relatou, Fabrício.

“Minha tia estava na cozinha e o avião ficou há um metro e meio dela, por pouco ela se safou, não existe mais área da cozinha na casa”, conta. 

A aeronave de pequeno porte caiu por volta das 10h, em uma casa na altura do número 50 da Rua Vahia de Abreu, na esquina com a  Rua Alexandre Herculano, no bairro do Boqueirão.

De acordo com o Comando da Aeronáutica, a aeronave é um Cessna 560XL, prefixo PR-AFA,  que decolou do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao aeroporto de Guarujá, litoral de SP. Quando se preparava para pouso, o avião arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave.

Tags: Campos, candidato, eduardo, morte, presidência

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.