Jornal do Brasil

Sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

País

Brasil exige que Paulo Roberto Costa fale

Ex-diretor da Petrobras ameaça democracia

Jornal do Brasil

O jornalista Lauro Jardim, da revista Veja, revelou nesta segunda-feira que um "homem-bomba está à beira de um ataque de nervos". 

Segundo o importante jornalista, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, além de estar envolvido em roubos, tenta ser vítima, e avisou a um interlocutor, como diz Lauro Jardim: "se eu falar, não vai ter eleição".  

É uma declaração criminosa, uma chantagem que o país não pode aceitar.  

Sua mulher, Marici, também chantageia, ameaçando "que defende a delação premiada".

Quem é esse senhor para dizer que não vai haver eleições no país? Onde está o ministro da Justiça? Onde está o juiz que não manda prender essa senhora que chantageia o Brasil? 

E o mais grave: onde estão os candidatos da oposição que se omitem, como se estivessem com medo das possíveis revelações com que esse senhor criminoso ameaça o país?

O Brasil exige que  a Justiça não se cale diante de uma barbárie como essa, onde as instituições, a Justiça, são atingidas provocando uma crise que repercute no mundo inteiro, manchando a imagem do país. O Brasil não pode aceitar isso calado. Os candidatos a presidente não podem se omitir diante dessas denúncias que os envolvem também. 

Tags: 2014, ameaças, Costa, doleiro, Eleições

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.