Jornal do Brasil

Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

País

Grevistas da USP fecham os portões em protesto por aumento salarial

Agência Brasil

Os funcionários em greve da Universidade de São Paulo (USP) ampliaram os piquetes na manhã de hoje (7) fechando, além do portão principal, no acesso da Rua Alvarenga, os demais portões com entradas direcionadas para o Hospital Universitário e para a Escola Politécnica. Em greve há dois meses, a categoria reivindica aumento salarial de 9,7%.

Com esses bloqueios, os manifestantes que contam com o apoio dos estudantes tentam impedir a entrada de pedestres e de carros. Segundo informou a Polícia Militar, os atos ocorrem de forma pacífica.

"A greve deve crescer porque o governo cortou os salários indiscriminadamente”, justificou o diretor do Sindicato dos Trabalhadores da Universidade de São Paulo (Sintusp), Magno de Carvalho, referindo-se ao critério adotado para o corte dos dias não tabalhados.

Tags: paralisação, paulo, protesto, são, universidade

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.