Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Dezembro de 2014

País

Pedro Simon diz que instituto da CPI foi desmoralizado nos últimos quatro anos

Jornal do Brasil

As comissões parlamentares de inquérito perderam a seriedade, lamentou nesta quarta-feira (6), em Plenário, o senador Pedro Simon (PMDB-RS). Segundo o parlamentar, a desmoralização do instituto das CPIs está provada com as últimas comissões que foram instaladas, como a do Cachoeira que, resultou num acordo entre governo e oposição para não punir ninguém, e agora as duas da Petrobras, que também não devem resultar em nada.

Simon lembrou que antes não era assim. Para Simon, esse quadro de descrédito das CPIs é reflexo do troca-troca de legendas e na política do toma-lá-dá-cá para beneficiar os muitos partidos, o que para ele atingiu seu ápice com a criação de 39 ministérios, durante o governo de Dilma Rousseff.

"CPI era coisa séria. Até estes [últimos] quatro anos de Parlamento era coisa séria, que afastou um presidente, que saiu desta Casa democraticamente, pelo voto daqueles que achavam que ele deveria sair. Era coisa séria, com a CPI dos Anões do Orçamento, que tirou desta Casa uma série de parlamentares por equívocos graves que  cometeram. Era coisa séria, quando aparece o mensalão e a Justiça determinou que CPI funcionasse. Porque esta Casa, na hora de criar uma CPI, se transformava no Poder Judiciário", lembrou Simon.

Agência Senado

Tags: comissão, estatal, inquérito, parlamentar, Petróleo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.