Jornal do Brasil

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

País

Comitê do setor elétrico reafirma que risco de faltar energia é 'zero'

Jornal do Brasil

Comunicado divulgado nesta quarta-feira pelo Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) reafirma que o risco de déficit de energia neste ano é zero para as regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. No entanto, para 2015, há risco de 4% nas regiões Sudeste e Centro-Oeste e de 0,4% na Região Nordeste. Os números estão dentro dos índices previstos no setor, que considera normal o risco de déficit de até 5%.

Na reunião do mês passado, o CMSE tinha divulgado os mesmos números. O Comitê ressaltou que, embora as principais bacias hidrográficas onde estão os reservatórios das três regiões tenham enfrentado situação climática desfavorável no período úmido deste ano, o Sistema Interligado Nacional tem condições para o abastecimento do país. Considerando o risco de déficit de 5%, há sobra estrutural de cerca de 5,5 mil megawatts médios para atender a carga prevista.

No comunicado, o CMSE destaca que “outras avaliações de desempenho do sistema, utilizando-se o valor esperado das previsões de afluências e anos semelhantes de afluências obtidas do histórico, confirmam a garantia do suprimento no ano de 2014, uma vez que se dispõe atualmente de um parque de geração termelétrico significativo, que vem sendo utilizado como complementação à geração hidrelétrica”.

Ainda segundo o Comitê, o fenômeno El Niño continuará se desenvolvendo nos próximos meses, implicando continuidade das chuvas na Região Sul com valores normais ou superiores à média histórica.

A nota é assinada pelo Ministério de Minas e Energia, Agência Nacional de Energia Elétrica, Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, Empresa de Pesquisa Energética e Operador Nacional do Sistema Elétrico. 

Tags: abastecimento, cmse, energia, estiagem, OMS

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.