Jornal do Brasil

Sábado, 25 de Outubro de 2014

País

Ativistas presos em SP não tinham explosivos, diz perícia

Portal Terra

Perícia feita pelo Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), da Polícia Militar, e do Instituto de Criminalística, da Polícia Científica Civil, aponta que os objetos encontrados com os manifestantes detidos no último dia 23 de junho em protesto contra a Copa do Mundo em São Paulo não eram explosivos. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com a publicação, os objetos não são nem inflamáveis. Os artefatos foram usados pela polícia para convencer a Justiça de que os manifestantes deveriam ser presos.

A perícia aponta que os materiais encontrados com o estudante e funcionário da Universidade de São Paulo (USP) Fábio Hideki Harano e o professor de inglês Rafael Lusvarghi - presos há 43 dias sob acusação de liderarem protestos violentos contra o Mundial - não tinham qualquer tipo de substância explosiva e/ou inflamável. 

O advogado de Harano, Luiz Eduardo Greenhalgh, afirmou que pedirá à Justiça que reconsidere a prisão dos réus. A Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) afirmou que as denúncias não se baseiam só em objetos apreendidos com os ativistas. 

Tags: manifestante, objeto, prisão, prova, são paulo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.