Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Setembro de 2014

País

El Pais fala sobre esteriótipos brasileiros e exalta paulistas amigáveis

Jornal do Brasil

Em reportagem do último dia 1 de agosto do El País, o colunista espanhol Juan Arias, que trabalha como correspondente no Brasil, tenta desconstruir os estereótipos que tanto rodam o país: paulistanos são sérios e só pensam em trabalhar enquanto cariocas são simpáticos.   

“Minhas primeiras impressões assim que cheguei ao Brasil logo começaram a bater contra a força do estereótipo. Quando me deparei com os rostos amigáveis, cuja seriedade no trabalho, a propósito, eu gostei”, comenta o articulista.

Ele diz que a rivalidade entre Rio do e São Paulo é mais do que tradicional, lembrando os ditados de chamam o comportamento dos paulistas de "arrogância provinciana" e, dos cariocas de "arrogância imperial".Porém, para ele, essas alcunhas são injustas. 

O jornalista diz que gosta das duas culturas: “Cariocas podem ser - e são- maravilhosos, e sabem como vender a beleza de sua cidade. É bem verdade que, no Rio, todos que chegam e ficam por um tempo rapidamente são tratado como um legítimo carioca. E que a festa faz parte do estilo de vida”, comenta. Mas opina que São Paulo pode ser “eclética, livre, louca e hospitaleira", assim como cosmopolita e moderna,  com grande capacidade de aceitar aquilo que é diferente”.

O jornalista ainda diz que o Brasil vive um momento de mau humor generalizado por motivos mais políticos do que existenciais. “Alguns já preveem que a maneira de acolher dos brasileiros está mudando, que eles estão endurecendo, começando a ver, no estrangeiro,  um inimigo em potencial”.

Ele finaliza dizendo que, estando em São Paulo na última semana, não viu nada disso. Viu somente um vendedor acompanhá-lo por metade do shopping para buscar um produto que não tinha em sua própria loja; perdido, foi solicitamente encaminhado para o Congresso que estava tentando chegar, numa manhã deserta de sábado.

 “Neste momento crítico que a humanidade está vivendo, cheio de alarmes e ansiedades políticas e sociais, em que parece haver uma paixão pela guerra e pelo medo começa a dominar, eu voltei da chuvosa São Paulo com o coração confortado, porque que as pessoas ainda permanecem não contaminados pelo vírus da raiva e grosseria”, termina o articulista espanhol. 

Tags: Artigo, cariocas, el pais, esteriótipos, paulistas, Rio, RJ, são paulo

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.