Jornal do Brasil

Domingo, 21 de Setembro de 2014

País

PT entra com representação contra coligação de Aécio 

Portal Terra

A coligação da presidente Dilma Rousseff (PT) entrou com um representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a coligação Muda Brasil, do tucano Aécio Neves, e as empresas Empiricus Consultoria & Negócios e Google por propagandas pagas veiculadas na internet que, segundo o documento, são indevidas.

Em algumas das propagandas, o anúncio tem chamadas como “É o fim do Brasil?”, ou “Como se proteger da Dilma”, entre outras. A Empiricus, em seu site, destaca um texto que chama a atuação de Dilma na economia de “inacreditável”. O texto é intitulado "O fim do Brasil?".

Segundo a representação, a propaganda da Empiricus promete análise do mercado de ações, mas acaba por veicular, indevidamente, propaganda eleitoral paga na internet com conteúdo negativo a Dilma e positivo a Aécio.

“A empresa Empiricus tem se utilizado de posts patrocinados junto ao Google para divulgar conteúdo propagandístico favorável a Aécio e desfavorável a Dilma, o que é juridicamente reprovável", afirma Flávio Caetano, coordenador jurídico da Campanha do PT, que explica que a lei eleitoral veta propagando dos candidatos na internet.

 

Tags: campanha, Disputa, eleitoral, propaganda, Tribunal

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.