Jornal do Brasil

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

País

Defesa pede liberdade provisória de ex-Polegar Rafael Ilha 

Artista foi preso com armas e munição em Foz do Iguaçu 

Portal Terra

A defesa do ex-cantor do grupo Polegar Rafael Ilha solicitou nesta quinta-feira a sua liberdade provisória. A medida também abrange a esposa de Rafael. A expectativa do advogado criminalista José Beraldo é de que o pedido seja aceito e que ambos sejam soltos nesta sexta-feira. “Ele não cometeu crime internacional de tráfico de armas”, explicou o advogado. A solicitação foi encaminhada à 3ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Foz do Iguaçu (PR).

O casal está preso desde a última segunda-feira com uma espingarda 12 milímetros, 50 munições e uma arma de choque. Os dois voltavam do Paraguai em duas moto-táxi. A mulher do artista, que estava com as armas, foi abordada por uma servidora da Receita Federal e tentou fugir. Diante disso, o artista confirmou que os artefatos eram dele. Eles foram presos pela Polícia Federal na aduana sob a acusação de tráfico internacional de armas. 

No pedido, o advogado explica que a esposa de Rafael é réu primária e tem bons antecedentes. A defesa explica ainda que a arma e a munição apreendida não se encontram na classificação de “uso restrito ou proibido”. 

Na terça-feira, ele foi transferido para a Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu, interior do Paraná. A esposa dele foi levada para a cadeia pública, localizada no mesmo município. 

Tags: Armas, artista, paraná, prisões, Rafael

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.