Jornal do Brasil

Sábado, 22 de Novembro de 2014

País

PF desarticula organização suspeita de desviar mais de R$ 3 milhões da Caixa

Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) deflagrou hoje (18) a Operação 13 de Junho com o objetivo de desarticular uma organização criminosa que obtinha empréstimos fraudulentos da Caixa Econômica Federal. Após três meses de investigação, a corporação estima que mais de R$ 3 milhões tenham sido desviados dos cofres do banco estatal. No total, seis pessoas foram presas.

Segundo a PF, o esquema era comandado por um funcionário da Caixa que simulava a contratação de empréstimos consignados em nome de terceiros, informando falsamente que o mutuário era servidor público.

Todo os seis mandados de prisão expedidos pela 5ª Vara Federal do Mato Grosso foram cumpridos. Os detidos estão sendo ouvidos na Superintendência da PF em Cuiabá, em seguida, serão encaminhados ao sistema penintenciário. A Justiça também expediu 36 mandados de busca e apreensão e 24 mandados de condução coercitiva a serem executados em oito cidades de Mato Grosso (Cuiabá, Várzea Grande, Denise, Nova Marilândia, Arenápolis, Nobres, Novo São Joaquim e Cáceres), além de Morrinhos, em Goiás. O HD de um computador e documentos foram apreendidos em uma agência da Caixa, em Cuiabá.

Os suspeitos que forem denunciados vão responder pelos crimes de gestão fraudulenta de instituição financeira, peculato, corrupção ativa, lavagem de capitais e de associação criminosa.

Procurada, a Caixa ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Tags: 13 de junho, corrupção ativa, gestão fraudulenta, lavagem de capitais, Operação, peculato, PF, polícia federal

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.