Jornal do Brasil

Sábado, 29 de Novembro de 2014

País

Consumidor está satisfeito com distribuição de energia, aponta pesquisa

Agência Brasil

O consumidor brasileiro tem se mostrado, de maneira geral, satisfeito com os serviços de fornecimento de energia no país. Pesquisa divulgada hoje (16) pela Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee) mostrou que 78,9% dos entrevistados disseram estar satisfeitos ou muito satisfeitos com o fornecimento de energia elétrica e serviços correlatos prestados por 43 empresas de energia. Os quase 40 mil entrevistados mantiveram a média da pesquisa anterior. Em 2013, o número de satisfeitos alcançou 78,7%.

A pesquisa é formada por vários itens que questionam o próprio fornecimento de energia, além de serviços como atendimento ao cliente, prazo para entrega da conta de luz e comunicação com o cliente. O último quesito foi, inclusive, o mais mal avaliado da pesquisa. Apenas 59% dos entrevistados se mostraram satisfeitos com o aviso antecipado em caso de desligamento programado.

Para o presidente da Abradee, Nelson Leite, esse resultado indica os caminhos que ainda podem ser melhorados. “Isso é uma oportunidade de melhoria para as empresas. Elas têm feito planos de ação para encontrar formas de se comunicar com a população. Hoje se discute muito como aperfeiçoar a comunicação com os clientes e, nesse sentido, já existem iniciativas de uso de redes sociais e mensagens por celular”, disse ele.

A maioria dos números apresentados, no entanto, são motivo de otimismo para Leite. Segundo ele, a satisfação do consumidor se justifica pelos investimentos realizados pelo setor: “Apesar de todas as adversidades vividas e uma situação desfavorável em relação ao aumento do preço da energia, dos custos, nós conseguimos manter o nível de investimentos em 2013, quando o setor de distribuição investiu R$ 14,7 bilhões”.

Um número que ajudou a aumentar o índice médio de satisfação do consumidor foi a conta de luz. A leitura correta do medidor de luz e os cálculos alcançaram 93,9% de satisfação. O prazo entre o recebimento da conta de luz e a data de pagamento também foi bem avaliado, com 89,9%. O preço da conta de luz não foi alvo da pesquisa.

Leite explicou ainda que o valor da tarifa de energia elétrica depende muito pouco das empresas distribuidoras e, por isso, esse quesito não foi abordado. “A questão da tarifa envolve uma série de fatores não gerenciáveis pelas distribuidoras. Na média, de cada R$ 100 que o consumidor paga, apenas R$ 18 são parte gerenciável pelas distribuidoras”.

Tags: associação, brasileira, distribuição, energia, enquete

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.