Jornal do Brasil

Quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

País

Justiça decreta nova prisão de doleiro Alberto Youssef 

Portal Terra

A Justiça Federal do Paraná decretou mais um pedido de prisão contra o doleiro Alberto Youssef, preso desde março na Operação Lava Jato da Polícia Federal. Desta vez, a denúncia envolvendo o doleiro é por lavagem de R$ 1,16 milhão do mensalão.

Além de Youssef, a Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público Federal e decretou a prisão do doleiro Carlos Habib Chater, o Zezé, de Carlos Alberto Pereira da Costa e de Ediel Viana da Silva, todos por envolvimento na lavagem do dinheiro do mensalão. 

Segundo o MPF, os acusados ocultaram a origem de recursos criminosos recebidos no esquema por José Janene, então deputado pelo PP, morto em 2010. Segundo a denúncia, Janene teria recebido R$ 4,1 milhões no mensalão.

Conforme o MPF, Youssef prestou “típicos serviços de dolagem a José Janene, no qual o doleiro mantém em contas bancárias no sistema financeiro regular, mas em nome de terceiros ‘laranjas’, aqui e no exterior, recursos que, por sua origem ilícita, devem permanecer dissimulados e ocultos das instituições de controle”. O valor entregue por Janene (R$ 1.165.600,08) teria sido investido na empresa Dunel Indústria, de Londrina (PR).

Youssef foi preso em março acusado de comandar um esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas que movimentou R$ 10 bilhões.

Tags: federal, jato, lava, Operação, polícia, youssef

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.