Jornal do Brasil

Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

País

No RS, Dilma inaugura última obra antes da campanha

Portal Terra

Na última cerimônia de inauguração de seu governo antes do início do período eleitoral, a presidente Dilma Rousseff fez um discurso valorizando as conquistas de sua gestão nesta sexta feira, em Porto Alegre. Durante a inauguração do Hospital da Restinga e do Extremo Sul de Porto Alegre, Dilma citou programas como o Pronatec e o Mais Médicos, e deixou escapar uma frase em tom de candidata à reeleição: "quem fez, continuará fazendo".

"Essa inauguração dá uma sensação de dever cumprido, porque era uma dívida de diferentes governos com essa população", disse Dilma, referindo-se à criação do hospital na zona sul da cidade, uma reivindicação de mais de 40 anos da região. "Não é utopia. Foi utopia, hoje é concretizado esse sonho", festejou.

O hospital foi aberto ao público na última segunda-feira e, desde então, já atendeu mais de mil pacientes. Na cerimônia desta sexta-feira, foram inaugurados a emergência e leitos clínicos para retaguarda, na Fase A do projeto, que consiste na transferência da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Restinga para as instalações físicas do hospital, com 25 leitos de observação na emergência e 62 leitos de internação. O investimento total foi de R$ 115,9 milhões. Segundo o Planalto, a emergência atenderá 13 mil pacientes por mês, com equipe de 280 profissionais, e dará acesso a exames laboratoriais, eletrocardiograma, raios-X e tomografia digitais.

Dilma também exaltou o programa Mais Médicos, que, segundo o governo, já contratou mais de 14 mil profissionais, garantindo atendimento a 50 milhões de pessoas. "Foi isso o que nós conseguimos em menos de um ano", comentou a presidente, depois de ouvir elogios ao programa feitos pela presidente do Conselho Municipal da Saúde, Djanira Corrêa da Conceição. "Nós passamos um ano sem médicos. Graças ao programa Mais Médicos, hoje estamos com a equipe completa, presidenta", disse Djanira.

"Eu tenho muita honra de estar aqui na Restinga. Há 33 anos eu conheci a dona Djanira. Hoje ela veio me cumprimentar e falou que eu não devia me lembrar dela, mas na época eu era só a mãe da Paulinha, e hoje sou presidenta. Eu me lembro perfeitamente da dona Djanira. Dona Djanira é inesquecível, e mostra de fato a força de uma liderança popular, que sabe o seu papel junto ao poder público", afirmou Dilma.

Na cerimônia, a presidente também foi agraciada com o título de cidadã honorária de Porto Alegre. "Gostaria de agradecer à Câmara de Vereadores de Porto Alegre, por ter me dado uma certidão de nascimento, que é o título de cidadã honorária. É fato que eu nasci em Minas Gerais, mas a maior parte da minha vida eu vivi em Porto Alegre. É um momento de muita emoção para mim. Minha filha nasceu aqui, meu neto nasceu aqui. Mesmo que eu não tivesse passado a maior parte da minha vida aqui, eu já estou profundamente ligada a essa cidade", declarou a presidente.

Tags: campanha, dilma, inauguração, obra, Rio Grande do Sul, Sul

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.