Jornal do Brasil

Sábado, 27 de Dezembro de 2014

País

Manifestantes fazem atos alternativos a passeatas na Copa

Agência Brasil

Com manifestações esvaziadas, ativistas mudam de estratégia. As conversas, os panfletos e os atos lúdicos têm ganhado as ruas. Foi o que aconteceu hoje (4) em Fortaleza, onde a seleção brasileira enfrenta a Colômbia, no Estádio Castelão, pelas quartas de final da Copa do Mundo. Em ato organizado pelo Comitê Popular da Copa, um grupo de 50 pessoas visitou a comunidade Caminho das Flores, removida parcialmente pelas obras do veículo leve sobre trilhos (VLT).

O VLT deve integrar duas grandes áreas da capital cearense, ligando Parangaba ao Mucuripe. De acordo com o portal Copa Transparente, a intenção é ligar a região hoteleira da cidade à Linha Sul do metrô de Fortaleza, gerando conexão ao entorno do Estádio Castelão. Segundo o governo do Ceará, estão sendo investidos mais de R$ 270 milhões em uma obra que gerou ao redor de 2,3 mil processos de indenizações aos moradores do local e não ficou pronta para o Mundial.

Nesta sexta-feira, os ativistas visitaram aqueles que resistiram às remoções para construção da Estação Parangaba. Lá entregaram panfletos, com sete perguntas e respostas sobre os impactos das obras para o Mundial.

"A gente avalia que esse tipo de manifestação de rua, que aconteceu bastante em junho, nao é mais tão atrativo para alguns setores da sociedade. Os panfletos tiveram aceitação, são canal de diálogo direto", diz o integrante da Articulação Nacional dos Comitês Populares da Copa, Roger Pires.

Segundo ele, apesar da ação ser menos visível, "no corpo a corpo funciona melhor". O grupo planeja repetir a estratégia na final da Copa do Mundo, que será no Rio de Janeiro, no próximo dia 13. Em Fortaleza, eles planejam ir para a Fifa Fan Fest, com fotos das comunidades atingidas pelas grandes obras.

A estratégia alternativa às passeatas foi usada também em Salvador. No último dia 16, ativistas entregaram flores de papel crepom com frases de protesto em inglês, português e alemão aos torcedores, e pediram que as flores fossem erguidas a cada gol na partida entre Alemanha e Portugal, na Arena Fonte Nova.

Tags: Copa, criatividade, manifestação, panfletos, protesto

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.