Jornal do Brasil

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

País

Chuvas: Rio Grande do Sul tem 15.670 desabrigados e desalojados

Agência Brasil

Aumentou em quase 600 o número de desalojados e desabrigados por causa das chuvas no Rio Grande do Sul. Os desalojados, que no boletim da Defesa Civil  de ontem (3) eram 13.601, hoje (4) somam 14.046 pessoas. O número de desabrigados subiu de 1.491 para 1.624 pessoas.

Os municípios em situação de emergência também aumentaram, passando de 42 para 67. Iraí e Barra do Guarita decretaram estado de calamidade pública. Iraí tem 700 moradores fora de casa por causa do transbordamento do Rio do Mel. Barra do Guarita foi atingida pela cheia do Rio Uruguai.

José Lindomar da Silva morreu por causa dos alagamentos do Rio Erexim, em Jacutinga. Em Arroio do Tigre, foi encontrado morto Eracildo Luiz Assmann, de 56 anos. Estas são as duas mortes em consequência das chuvas confirmadas no estado. Paula Phon, de 23 anos, continua desaparecida em Arroio do Tigre, onde os bombeiros fazem buscas.

A região com maior número de desabrigados e desalojados é a que fica às margens do Rio Uruguai, próxima à fronteira com este país e com a Argentina. Os municípios de São Borja, Uruguaiana, Itaqui, Barra do Quaraí e Unistalda somam, sozinhos, 1.271 desabrigados e 13.026 desalojados.O Rio Uruguai causou estragos em mais 18 municípios gaúchos.

Apesar do número de pessoas que precisaram se abrigar em casas de amigos, parentes e centros comunitários municipais ter aumentado, a Defesa Civil informa que algumas delas já estão “retornando às suas residências, após limpeza”. O número de atingidos pelas chuvas que já voltaram para casa, no entanto, não foi divulgado.

Tags: chuva, desalojado, inundação, socorro, Sul

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.