Jornal do Brasil

Quinta-feira, 18 de Setembro de 2014

País

Prefeitura demite mexicanos presos por agressão no CE

Agência ANSA

Dois políticos mexicanos foram afastados de seus cargos após serem presos no Brasil por assédio sexual. Miguel Medina e Sergio Eguren, que passavam férias no Brasil, foram detidos por tocarem as partes íntimas de uma brasileira e agredir o marido dela. Outros dois mexicanos também se envolveram no caso e foram presos. 

O incidente ocorreu em Fortaleza, onde foi disputada a partida entre México e Holanda pela Copa do Mundo. O prefeito da cidade de Benito Juárez, no sul da capital mexicana, Jorge Romero, anunciou a demissão dos funcionários.    

Ele alegou, porém, que o motivo da demissão é o fato dos dois não retornarem dentro do prazo em que terminavam as férias. "Não vão voltar ao México na data que terminam as férias, pois continuam detido no Brasil", afirmou Juárez. "Apesar da minha relação pessoal e de ter confiança de que são incapazes de cometer um delito assim, não colocaria minha mão no fogo por eles", acrescentou o prefeito.    

Os mexicanos foram autuados por lesão corporal grave e podem ser condenados com penas de dois a oito anos de prisão. 

Tags: abuso, agressão, assédio sexual, Fortaleza, mexicanos, prisão

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.