Jornal do Brasil

Terça-feira, 16 de Setembro de 2014

País

SP: Ato da Copa Rebelde de Movimentos Sociais critica FIFA

Torneio de futebol e atividades culturais acontecerão no domingo na região da cracolândia 

Jornal do Brasil

Para criticar a Copa do Mundo da FIFA, o Comitê Popular da Copa SP organiza no domingo (06) a quarta edição da Copa Rebelde de Movimentos Sociais, um ato político contando com torneio de futebol e atividades culturais. Entre os times participantes estão movimentos sociais, coletivos e grupos diretamente atingidos pelos impactos negativos trazidos pela Copa do Mundo. 

O campeonato acontecerá no espaço da antiga rodoviária de São Paulo, na região da Luz, que foi demolida pelo poder público para dar lugar a um teatro de ópera e dança, de cuja implementação o governo do Estado desistiu recentemente. Abandonado há anos e contribuindo para o processo de degradação da região da cracolândia, o local será ocupado com partidas de futebol, apresentações musicais, oficinas, debates, atividades para crianças e sarau. A ocupação temporária do terreno termina com uma festa junina popular e quadrilha. 

O objetivo do ato é demandar reparação imediata às supostas violações de direitos cometidas em nome da Copa do Mundo e contrapor o futebol popular, de várzea, ao da FIFA, que, de acordo com os responsáveis pelos movimentos, elitiza o esporte e contribui com processos que tornam a cidade cada vez mais excludente. Segundo os organizadores, “a Copa Rebelde diz respeito a uma outra forma de viver (e ver) o futebol, muito diferente daquela preconizada pela FIFA, autoridades e empresários. Entre tantas violações, criamos um futebol rebelde para mostrar que a paixão popular resiste e que pode deixar, de fato, um legado positivo a partir da organização popular”. 

Entre os impactos negativos trazidos pelo mundial ao país, eles citam a morte de 10 trabalhadores nas obras dos estádios, 250 mil pessoas ameaçadas ou removidas a? forc?a de suas casas, ambulantes e artistas independentes impedidos de trabalhar, empresas tomando conta dos espac?os públicos, mulheres, crianc?as e adolescentes sofrendo com explorac?a?o sexual, pessoas em situac?a?o de rua sofrendo viole?ncia, esta?dios de futebol elitizados, quase 2 bilho?es de reais investidos em armamentos para conter manifestações populares, leis de excec?a?o que criminalizam o direito de manifestar e uma grande di?vida pu?blica para a populac?a?o pagar. 

Serviço

Dia 06/07 – domingo.

Local: Antiga rodoviária de São Paulo - Av. Duque de Caxias, 907

Horário: 10h às 21h

Gratuito

PROGRAMAÇÃO

10h: início do torneio 

Durante o dia: 

- apresentações musicais de grupos de RAP e de samba

- discotecagem

- oficina da Batuque com a Fanfarra do MAL

- oficina de acrobacias

- atividades culturais e esportivas para crianças

- debate: o que queremos para este espaço? 

18h: Sarau a Voz do Povo

19h: Festa Junina

Tags: ato, Copa, elitização, movimento, protesto, remoções

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.