Jornal do Brasil

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

País

Juizados dos aeroportos e do torcedor tiveram 1.815 ocorrências em 20 dias 

Jornal do BrasilLuiz Orlando Carneiro

Os juizados do torcedor e dos aeroportos, montados para oferecer atendimento especial durante a Copa do Mundo, registraram 1.851 ocorrências no período de 5 a 24 deste mês de junho, de acordo com dados divulgados pelo Conselho Nacional de Justiça, nesta sexta-feira (27/6).

Deste total, 97,1% foram solicitações geradas nos juizados dos aeroportos nos 12 estados que recebem os jogos da Copa. Conflitos dentro dos estádios produziram apenas 53 atendimentos, referentes a brigas, tumulto, dano ao bem público, desacato à autoridade e invasão de áreas restritas.

Só o Tribunal de Justiça de São Paulo registrou 456 atendimentos nos juizados dos aeroportos, o que representou 25,3% de todas as demandas. O segundo estado com maior número de atendimentos foi Pernambuco, com 249 registros. Em terceiro lugar, veio o do Rio de Janeiro, onde os juizados de aeroportos registraram 191 atendimentos. O menor número de casos em aeroportos ocorreu no Rio Grande do Norte (17).

Os juizados dos aeroportos recebem reclamações contra as companhias aéreas relativas à falta de informação e assistência, atrasos e cancelamentos de vôos, extravio, violação e furto de bagagem, queixas relacionadas a overbooking, além de questões envolvendo as varas da infância e da juventude.

Em Recife/PE, o juizado especial do Aeroporto Internacional registrou reclamações relativas à retificação de nome no bilhete aéreo, atraso e cancelamento de vôos, extravio de bagagem e falta de atendimento. Até o último dia 15, o juizado desse aeroporto tinha registrado 42 atendimentos.

Nos estádios

Em relação aos juizados do torcedor, o maior número de conflitos, no mesmo período, ocorreu em Fortaleza(19). O Rio de Janeiro ficou em segundo lugar, com 10 casos atendidos dentro do estádio. Em Natal e Porto Alegre não houve nenhuma ocorrência registrada.

Em Fortaleza, durante o jogo entre a Alemanha e Gana, no último dia 21, na Arena Castelão, um alemão foi autuado por dano ao bem público, por ter danificado cadeiras no estádio. No mesmo dia, foram registrados casos de furtos de documentos, ingressos e dinheiro naquela arena.

Também em Fortaleza, no jogo do último dia 17, entre o Brasil e o México, o juizado especial autuou dois torcedores mexicanos por desacato a autoridade. Um deles atirou um copo de cerveja no rosto do delegado da Polícia Civil, e o agrediu verbalmente. O policial havia sido chamado por torcedores que reclamavam do comportamento do mexicano, que causava tumulto e atrapalhava os demais torcedores durante a partida.

No jogo entre a Argentina e a Bósnia, no último dia 15, no estádio do Maracanã, no Rio, o juizado do torcedor montado no local atuou em conflitos envolvendo 10 argentinos. Três deles pularam o muro para entrar no estádio, um invadiu o campo e os outros seis foram flagrados enquanto pulavam uma das roletas instaladas próxima à rampa de acesso à arquibancada.

Tags: Copa, juízados, Mundo, t0rcedores, Voos

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.