Jornal do Brasil

Quarta-feira, 30 de Julho de 2014

País

Lula: o PT não pode fazer campanha sem discutir corrupção

Portal Terra

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse em entrevista ao SBT que o PT não pode ignorar o tema da corrupção durante a campanha da presidente Dilma Rousseff à reeleição. Lula fez a afirmação quando comentava os palavrões que Dilma recebeu no jogo de abertura da Copa do Mundo.

“Me cheirou a coisa organizada (o ataque à presidente). O preconceito, a raiva demonstrada. Possivelmente a gente tenha culpa de não ter cuidado disso com carinho. O PT não pode fazer uma campanha sem discutir o tema da corrupção. Não podemos, como avestruz, enfiar a cabeça na areia e falar ‘esse tema não é nosso’. Nós temos que debater”, diz Lula. A entrevista completa será exibida no Jornal do SBT.

No resumo exibido na noite desta quarta-feira, o ex-presidente ainda comentou o julgamento do mensalão. Segundo Lula, o processo sofreu com a pressão da imprensa. “A minha tese é de que, possivelmente, esse tenha sido o processo que tenha sido julgado com a maior pressão de determinados setores dos meios de comunicação da história da humanidade. Nunca as pessoas envolvidas num processo foram condenadas com tanta antecedência como foi nesse caso. Eu não estou julgando os ministros, e não vou julgá-los, mesmo que uma decisão ou outra não me agrade. Não é meu papel julgar a Suprema Corte. O que eu acho, agora, o que temos fazer, é recontar essa história.” Segundo Lula, os condenados no mensalão devem conquistar o direito de andar com a “cabeça erguida nas ruas”

Lula voltou a afirmar que vai se dedicar à campanha de Dilma nos próximos meses. “Sei da importância política que eu tenho (...) vou dedicar essa força política a eleger a Dilma.”

O ex-presidente ainda comentou a Copa do Mundo – e criticou os pessimistas em relação ao evento. “O povo brasileiro deu uma lição. O mérito é do povo brasileiro”, diz. Quanto à economia, Lula diz que o governo de Dilma não pode ser comparado com o dele, e sim com 2002 – último ano da administração tucana de Fernando Henrique Cardoso. Segundo o ex-presidente, o Brasil sofre com crescimento pequeno da economia, mas todas os países sofrem devido à crise internacional.

Tags: brasil, campanha, Corrupção, eleição, política

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.