Jornal do Brasil

Sexta-feira, 25 de Julho de 2014

País

AM: segurança para jogo de EUA x Portugal ganha "caveirão"

Portal Terra

Mesmo após a suspeita de bomba em um ônibus estacionado próximo ao aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus, na última quinta-feira, os responsáveis pela segura das delegações na capital amazonense negaram qualquer tipo de esquema diferenciado de segurança para a seleção dos Estados Unidos, que joga hoje às 19h (de Brasília) na Arena da Amazônia contra Portugal. A única novidade será  a utilização de um veículo blindado tipo “caveirão do Bope”.

“O esquema de segurança, basicamente, será o mesmo que estamos adotando para as demais seleções. Talvez a única diferença que teremos será a presença, aqui no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), de um coordenador da segurança consular dos Estados Unidos”, explicou o tenente coronel Hermes, gerente adjunto de planejamento do CICC.

No entanto, Hermes não detalhou como serão as ações desse representante consular. Contudo, ele explicou que todo o protocolo exigido pela Fifa para a segurança das delegações está sendo seguido à risca. “Ontem à noite nós já realizamos a varredura contra bombas, explosivos, materiais químicos e radioativos dentro da arena. Isso é algo que sempre tem que ser feito antes das partidas. Hoje pela manhã, após encerrada essa inspeção, que chamamos de ´lockdown´, entregamos a Arena a Fifa”, disse ele, garantindo que, até este sábado, não houve nenhum tipo de ocorrência envolvendo a delegação americana.

Na verdade, a preocupação maior depois da chegada das seleções americana e portuguesa a Manaus tem sido com o assédio dos fãs ao jogador português Cristiano Ronaldo. O hotel onde a delegação de Portugal está hospedada tem tido uma concentração considerável de pessoas a espera de CR7, ao contrário do que se vê na frente do hotel onde estão os americanos. “Não tem ninguém la em frente”, finalizou Hermes apontando para a imagem do hotel no telão do CICC.

Todas essas ações de segurança estão sendo monitoradas, 24 horas por dia, pelo Centro Integrado de Comando e Controle (CICC). No local estão presentes 35 órgãos envolvidos em atividades diretamente relacionadas a Copa do Mundo. São órgaos como Polícia Federal, Eletrobrás Amazonas Energia, Ministério das Relações Exteriores, Manaustrans, entre outros.

Os representantes desses órgãos trabalham em uma sala que funciona como um grande centro de monitoramento. Eles são auxiliados pelas mais de 300 câmeras espalhadas pela cidade. Algumas ficam fixas em pontos estratégicos, como os hotéis onde estão hospedadas as delegações.

Essa segurança também é auxiliada pelas tropas militares em terra e, no ar, com uso de um helicóptero com câmera de vigilância. Um caminhão blindado ao estilo “caveirão do Bope” será usado hoje durante a partida. “Esse equipamento só será utilizado agora porque, na verdade, houve um atraso na chegada dele a Manaus”, disse o secretário de segurança para grandes eventos, coronel Dan Câmara.

Tags: Amazonas, Bope, caveirão, jogo, segurança

Compartilhe:

Postar um comentário

Faça login ou assine para comentar.